Xô Celulite

Lipodistrofia Ginóide é o nome técnico e correto da “celulite” e se refere à infecção bacteriana do subcutâneo.

A celulite é uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, deixando-as cheias e endurecidas. O local fica com desníveis (ondulações e retrações) e nódulos, que se manifesta externamente através dos furinhos indesejados. As alterações no tecido gorduroso sob a pele, em conjunto com alterações na microcirculação e consequente aumento do tecido fibroso também contribuem para a formação da celulite.

Ela não é uma condição médica grave, mas pode causar desconforto nas mulheres por causa da aparência que confere à pele.

Causas

Existem vários fatores para desenvolver celulite. O excesso de peso é determinante, mas muitas mulheres que tem o peso adequado, ou mesmo abaixo disso, podem apresentar uma alteração no equilíbrio entre a quantidade de gordura do corpo e a massa muscular.

Uma mulher magra pode ter uma proporção maior de gordura e menor de musculatura, mantendo normal ou baixo o seu peso final. Este excesso de gordura, associado à ação dos hormônios femininos e alterações na microcirculação, acabará formando celulite.

Existe também fatores externos como

  • Cigarro;
  • Estresse;
  • Má alimentação;
  • Poluição;
  • Falta de exercícios físicos.

Fatores de risco

A celulite é bem mais comum entre as mulheres do que entre os homens. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, oito em cada 10 mulheres têm algum grau de celulite. Isso ocorre porque é mais comum que mulheres acumulem gordura nas coxas, quadris e nádegas, e à estrutura das fibras do tecido conjuntivo.

Os fatores que influenciam na quantidade e na visibilidade das celulite incluem

  • Má alimentação;
  • Dieta rica em gordura;
  • Metabolismo lento;
  • Sedentarismo;
  • Alterações hormonais;
  • Desidratação;
  • Gordura corporal total;
  • Espessura e cor da sua pele, a celulite tende a ser menos visível na pele mais escura.

Tratamentos

  • Drenagem linfática

Indicada para todos os graus de celulite, tem melhores resultados nos casos iniciais. É uma massagem voltada à melhora da circulação local e eliminação de líquidos acumulados nos tecidos. Nas regiões atingidas pela celulite, ajuda a diminuir pequenos nódulos de gordura aprisionados no tecido. O método diminui a sensação de inchaço, e apesar de não reverter os casos mais avançados, pode melhorar os sintomas.

  • Massagem modeladora

Enquanto a drenagem linfática estimula a eliminação do líquido acumulado no corpo, a massagem modeladora atua tanto sobre o sistema linfático quanto sobre as placas de gordura. Na verdade, a massagem modeladora sozinha para quebrar gordura praticamente não tem resultado. Combinada a aparelhos com congelamento de gordura (Criolipolise), Laser, ultrassom ou radiofrequência, têm seus efeitos potencializados.

  • Radiofrequência

Este é um dos tratamentos eficazes contra a celulite. Ele estimula a produção de colágeno, o que diminui as traves fibrosas que retraem o tecido e deixam a pele cheia de furinhos. O aparelho utiliza uma radiação eletromagnética de alta frequência que faz com que as moléculas de água se agitem, aumentando a temperatura. O procedimento não é invasivo e não traz qualquer prejuízo à pele. Além disso, é um dos mais duradouros por reestruturar o tecido de maneira mais intensa. É indicado para todos os graus de celulite, principalmente nos casos em que há flacidez associada.

  • Creme anticelulite

O uso de cremes anticelulite, tem seu efeito questionado e deve estar associado a outros tratamentos e hábitos saudáveis para surtir efeito. O mercado oferece opções com retinoides, castanha da Índia, extrato de chá verde e diversas outras composições. Em geral, há melhora discreta da microcirculação e o estímulo à produção de colágeno, o que melhora um pouco a celulite.

Prevenção e Cuidados

  • Alimente-se adequadamente

O sal é um dos maiores responsáveis pela retenção de líquido e seu consumo deve ser balanceado. O excesso na alimentação, principalmente o exagero no consumo de gorduras e carboidratos simples (açúcares e doces) aumentam a síntese e o armazenamento de gorduras, favorecendo o surgimento da celulite.

Evite

  • Alimentos fritos;
  • Enlatados;
  • Processados ou refinados com muito sódio;
  • Conservantes, corantes e substâncias artificiais, além de dificultar a digestão, há alta quantidade de açúcar e gordura.

Os alimentos crus, integrais ou cozidos à vapor são mais bem digeridos e assimilados, além de possuírem maior teor de nutrientes e menos compostos tóxicos.

Cuidar da alimentação é uma maneira de potencializar outros tratamentos, obter resultados rapidamente e ajudar a manter por mais tempo os resultados.

  • Beba água

A ingestão de líquidos ajuda a eliminar as toxinas, responsáveis pela formação da celulite. Para que haja o efeito desejado, é indicado consumir dois litros de água, fracionados durante o dia. Outros líquidos como sucos e isotônicos também ajudam, mas é preciso ter cuidado com a quantidade de açúcar e calorias presentes nestas bebidas.

  • Pratique exercícios físicos

A celulite é reflexo de uma espécie de infarto dos vasos sanguíneos, causado por problemas circulatórios. Para melhorar o aspecto dos “furinhos” que você já tem e evitar que novos apareçam, a atividade física é essencial. Além de ajudar a eliminar a gordura localizada no quadril e nos glúteos, os exercícios melhoram a circulação e, consequentemente, o aspecto da pele.

  • Mudança de hábitos

O excesso de salto alto, sedentarismo e profissões que exigem muito tempo na mesma posição prejudicam a circulação e predispõem ao aparecimento da celulite.

Mudanças para o dia-a-dia

  • Intercale o salto com sapatos baixos;
  • Levante da cadeira a cada duas horas;
  • Use as escadas;
  • Ande mais a pé;
  • Pare o carro numa vaga distante do seu trabalho.

Com pouco esforço, você melhora sua circulação!

One thought on “Xô Celulite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *